sexta-feira, 29 de abril de 2011

O Cerco está nas bancas



Desde que botaram o roteirista Brian Michel Bendis para mexer a vontade os pauzinhos do universo Marvel, o homem costurou e muito bem os personagens da editora cada vez mais para dentro.
Explico. Cara, de boa, os Vingadores sempre foram aquele grupo de heróis que agregavam os maiores encostos da editora. Faz um esforço e virá na sua cabeça nomes como Starfox, Rage, Tigresa, Hércules, Gilgamesh (putz), Doutor Druída (meu Deus!) e por aí vai. Não que não saísse histórias boas desse mato, mas nunca o grupo teve a força de sua rival Liga da Justiça ou até dos X-men, colegas de editora.
Aí veio o Brian Michael Bendis.
E o cara chegou acabando com a equipe no arco “Vingadores – A queda”, e os reformulando em seguida como Novos Vingadores. Brian colocou na equipe os dois personagens mais populares da Marvel, Homem-Aranha e Wolverine, e transformando possíveis encostos como Jessica Jones e Luke Cage, em personagens interessantes. Pô, o Luke Cage virou o cara mais style do universo Marvel.
O resultado: Novos Vingadores é um dos títulos mais vendidos nas comic-shops dos EUA desde 2004.
Bom, de lá pra cá, muita coisa rolou. Guerra Civil, série que dividiu os heróis, e a Invasão Secreta, série que por sua vez, levou à ascensão de Norman Osborn, alter-ego do Duende Verde, ao posto que um dia foi de Nick Fury.
Tudo isso para chegar em O Cerco, mini série da Marvel que está na edição nº 2 no Brasil, publicada pela Panini Comics, e conta como Norman Osborn vai perder seu atual posto de dono do mundo. Vamos lá: Thor trouxe Asgard para o solo norte-americano. Mais precisamente a cidade dos deuses flutua sobre Oklahoma. Daí, chega o Loki e começa a dar pitaco no ouvido de Norman para que ele ataque Asgard. Eles precisam criar um motivo para a invasão. Algo como por exemplo, jogar aviões em torres. Então usam o bonachão asgardiano Volstagg como bode expiatório para um atentado terrorista e partem com tudo par cima de Asgard. É mais ou menos, isso. Ao todo a série tem quatro edições, mas a Marvel não é boba nem nada e espalha algumas ramificações da saga nas suas revistas mensais. Este que vos escreve, particularmente, curte muito as publicadas em “Reinado Sombrio”. E essa edição que está nas bancas tem umas sequências de ação caprichadíssimas. A arte de Olivier Coipel e do arte-finalista Mark Morales são estupendas.

Tudo isso, faz de O Cerco, um golaço da Marvel e de Brian Michael-Bendis. E o roteirista logicamente teve erros e acertos ao longo de sua trama, mas também teve o mérito de aumentar o sucesso da franquia “Vingadores”, explorar os personagens existentes do universo Marvel, ao invés de ficar criando o “novo inimigo como você nunca viu antes” todo mês, e interligar ainda mais a existência desses seres dentro desse universo.
Avante, Vingadores!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Bat-símbolo em metamorfose

O momento nerd de hoje fica por conta do artista Rodrigo Rojas que fez, por conta própria, uma animação em que mostra as diversas formas que o símbolo do Batman já teve. Tudo ao som de "Hold Me Thrill Me Kiss Me, Kill Me", do U2, música que por sua vez foi trilha de um dos filmes do morcegão (um dos piores dele, diga-se de passagem). Maneiro que o artista deu a fonte onde pescou cada um dos símbolos! O ano do vídeo, eu não sei ao certo, mas foi postado em 2008 na rede.

A vez do síndico!



Depois de ganhar as bancas com a "Coleção Tim Maia", e ter um filme sobre parte da sua vida anunciado para breve, Tim Maia acabou virando também tema de um podcast do Circo, afinal, clássicos foram os bailes do que ele fez na lona. Inclusive os que ele não veio. Ouça aí, porque Tim Maia foi um dos músicos mais completos que o Brasil já teve.

01 – A Festa (álbum “Nuvens”)
02 – Broken Heart (álbum “Tim Maia – 1971”)
03 – Batata Frita, o ladrão de bicicletas (álbum “Tim Maia – 1976)
04 – Jurema (álbum “Tim Maia – 1970”)
05 - Que Legal (album “Mundo Racional vol. 2”)
06 – Afim de voltar (album “Disco Club”)
07 – Não esquente a cabeça (album “Verão Carioca”)
08 – Compadre (album “Tim Maia – 1973”)
09 – Vale tudo (album “Dance Bem”)
10 - Let’s have a ball tonight (album “Tim Maia em Inglês”)

Ilustração da foto: Wilson Domingues

O taxista e a Neuzinha!

Pego de surpresa pela notícia do falecimento de Neusinha Brizola, lembro de quando eu e o Wilson Domingues, voltando da casa do B Negão, para filmá-lo para uma homenagem da MoLA 2010, pegamos um táxi em Santa Teresa de um sujeito simpático, que ao descobrir de onde estávamos vindo, disse não só ser amigo do "B", como também era músico. E por fim, revelou que havia tocado na banda da Neusinha Brizola. "A da mintchura", disse. E completou:
- Uma vez tocamos no alto de um prédio aqui no centro. A gente era muito louco... muito louco. - completou com um olhar distante ( o que cá entre nós, me preocupou por um instante já que ele é quem dirigia).
Hoje, o simpático taxista deve ter lembrado mais uma vez daqueles dias loucos... muto loucos.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Mate com Angú promove Sessão "Que Beleza".

Mas uma edição do Mate com Angú invade a sede da Lira de Ouro (Rua Sebastião de Oliveira, 72), nesta quarta, a partir das 20:30h, e tem a música como destaque nesta sessão intitulada "Que beleza". Veja a vinheta:

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Milton Coitinho em destaque!

Um tal de "Milton Coitinho", que ninguém sabe dizer se existe de fato, deu um desfalque no ECAD de quase R$ 130 mil. O debate sobre as leis autorais no Brasil, após este caso, voltam à pauta. Agora, bem que o tal "Coitinho", pela forma que age deve ter sido o autor da obra abaixo:

Vídeo Misfits no Circo

O domingo de ramos que abre a semana santa não terminou muito santo no Circo esse ano não. Os culpados foram os grupos Autoramas, Big Trep e Misfits. Confira abaixo um pouco da apresentação do Misfits no Circo e divirta-se:

domingo, 24 de abril de 2011

História em quadrinhos por Rogério Sganzerla e Álvaro de Moya

Em 1969, o diretor Rogério Sganzerla (1946 - 2004) e o professor, escritor, produtor, diretor e jornalista Álvaro de Moya realizaram um pequeno doc sobre a evolução das HQs, e as classificaram como a oitava arte do século. E, não a toa, percebemos muito da linguagem dos quadrinhos nos filmes do cinema marginal, movimento do qual Sganzerla fazia parte. Enfim, se deliciem com esses quase dez minutos produzidos por dois amantes do soc, pows e crashs:

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Bilheterias abertas no feriado!


Se você está passeando pela Lapa no feriado, aproveite e garanta ingressos pro seu show favorito. A bilheteria do Circo Voador estará aberta dos dias 21 a 24/04/11, nos seguintes horários:

Quinta, Sexta e Sábado:
a partir das 15h até encerramento do evento;

Domingo: a partir das 13h até encerramento do evento.

Bom feriado e ótimos shows!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Três bambas e suas bandas!

Arnaldo Antunes, Karina Buhr e Marcelo Jeneci fizeram a noite de 09 de abril de 2011 ser inesquecível na lona do Circo! Confira abaixo alguns momentos do que rolou:

Marcelo Jeneci:


Karina Buhr:


Arnaldo Antunes:


Arnaldo Antunes:

terça-feira, 19 de abril de 2011

THE SKATALITES - GUNS OF NAVARONE :: 14 de ABRIL de 2011 :: CIRCO VOADOR

Saca só um trecho dos Skatalites no placo do Circo, na quinta, 14 de abril de 2011, em noite que contou também com Peixoto & Maxado e discotecagem do Marcelinho da Lua:

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Melody Box ao vivo no Circo!

Na Melody Box o sucesso não fica só no virtual! Por isso criaram o MB AO VIVO, a primeira festa do site, um grande encontro entre artistas, fãs e profissionais do mercado da música.
No MB ao Vivo, todo mundo participa junto: os fãs dizem quais artistas querem ver, os artistas tocam suas músicas, e a Melody Box faz a festa acontecer.
 
MB AO VIVO é uma chance de tocar dia 19 de maio para um público de até 3 mil pessoas no Circo Voador, um dos espaços para shows mais concorrido do Rio de Janeiro e ainda ganhar cachê de até R$ 800 e muito mais. E para os fãs, muitos prêmios, como iPods, iPads, camisetas, mochilas. E se você estáfora do Rio, uma viagem com acompanhante à Cidade Maravilhosa para assistir ao evento na maior mordomia.
 
- São 5 artistas em 2 palcos, shows acústicos e plugados, 2 DJs e participação especial de Brasov e João Brasil.
- Espaço de confraternização entre artistas e público, com games de dança e Rockband.
- Materialização da Loja de Pontos, com camisetas, CDs, pôsteres e muitos produtos da Melody Box e de todos os artistas do evento.
 
Para mais informações, acesse e faça seu cadastro: www.melodybox.com.br | www.mbaovivo.com.br

Clip novo do Letuce!

Que viagem agradável esse clip novo do Letuce! A canção é Ballet da Centopéia.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Resultado da promo SKATALITES + MARCELINHO DA LUA


Perguntamos qual disco você levaria para a lua e as respostas foram incríveis. Após trocas de emails, tapas e acusações, eis o resultado e os ganhadores que faturam um ingresso para o Skatalites, um DVD do Skatalites e um vinil "Tranquilo"  do Marcelinho da Lua. As respostas:


O disco que eu levaria seria Return of the Super Ape - Lee Scratch Perry.
Viagem pouca é bobagem!!
Bless!!

Lene Sacani


Então, a única pessoa que chegou na lua foi o tal do astronauta Neil Amstrong que, mesmo sendo o melhor da época, e tendo um foguete todo equipado, ainda diziam que ele só tinha 50% de voltar vivo. Pensando nisso, cheguei na conclusão que o melhor disco pra eu levar comigo pra lua é um Disco-Voador. O que adianta chegar lá com um vinil, ouvir boa música e não poder voltar. Só com meu disco-voador posso voltar voando, tranquilo e bem vivo pra assistir esse belo show do Skatalites e Marcelinha da Lua, no Circo Voador.

Rodrigo Dutra


Qualquer coisa - 1975 - Caetano Veloso

Levaria esse disco pra lua por quê o escuto todos os dias. Assim que eu acordo e ao chegar em casa. Não me canso, e jamais me cansarei. Ele faz parte da trilha sonora da minha vida e certamente os seres lunáticos irão concordar quando o escutarem pela primeira vez. 

PS: Foi a escolha mais difícil dos últimos tempos! Assim como esse show será um dos melhores dos últimos tempos, tenho certeza! 

Suellen Jabour


Eu levaria para a lua o disco Dub Side Of The Moon, do Easy Stars All Stars. O Motivo é que devido a ausência de atmosfera na lua, o som não tem como se propagar, por isso levaria um som botaria ele virado para a superfície lunar e encostaria o ouvido no chão, para que a linha de baixo fizesse vibrar toda superfície. Além do que a baixa gravidade da lua, é perfeito para dançar um Dubzão.

Bruno Cezar


Consistiria em uma tarefa extremamente difícil para mim ter que eleger um único álbum para levar à lua, já que adoro passar dias inteiros ouvindo a imensa discografia do Skatalites, prestando atenção nas transformações que a banda passou, de instrumentistas à gravadoras, transformações que nunca alteraram a beleza da incrível confluência de sons que estes músicos inauguraram para nós com tal ritmo.
Skatalites é o resultado de uma das uniões sonoras mais perfeitas que já aconteceu, o Skar! Portanto, como escolher apenas algumas músicas reunidas em um único disco quando dessa novidade surgiu uma nova ordem musical?! Mas a tarefa foi dada, então tudo bem, por um ingresso, vamos lá... 
Não pensaria no disco mais bem gravado, com o rhythm and blues, ou naquele que contou com a preciosa contribuição de Don Drummond e sua loucura - estado análogo à genialidade. Seria tolice, já que esta banda nunca, vejam bem a ênfase que acrescento a essa palavra, nunca perdeu um pouquinho que seja de seu valor musical. Prova disso são os prêmios musicais conquistados. 
Para eleger aquele disco que eu levaria à lua recorreria à minha memória e ao momento em que conheci a banda. Alguém colocara durante uma festinha do vinil o disco "The Skatalite!" de 1969, e eu parei de conversar com o rapaz bonito, cujo nome nem me lembraria mais, para ouvir o som. Magic! Exatamente o que senti, tal qual o nome da música. Corri para o aparelho velho que chiava sem parar para saber o que era aquilo tocando, "apesar do metal, não é jazz", eu pensava, "não é regae, que é isso que essa banda, Skatalites, está tocando?", então alguém respondeu "é justamente isso, skar!". 
Nunca mais esqueceria essa festa, nunca mais esqueceria esse disco, nunca mais esqueceria essa banda, que agora está aqui no Rio de Janeiro, cidade para onde acabei de me mudar, quase um presente de boas vindas!
Levaria comigo, portanto, "The Skatalites!", para que lá na lua eu pudesse reviver o momento mágico em que conheci esse som, juntamente com minha velha vitrola portátil em sua maletinha vermelha com adesivos verdes e pretos, para nunca esquecer a Jamaica e seu legado musical.

Natali Destefani

terça-feira, 12 de abril de 2011

Palestras e debates na cidade

Discutir soluções para os problemas micros e macros da sociedade é sempre preciso e sempre bemvindo. Nossos contatos na Rede Universidade Nômade e no jornal O Cidadão da comunidade da Maré convidam a todos para os eventos abaixo:

CICLO DE DEBATES: DEFENSORIA PÚBLICA, ACESSO À JUSTIÇA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL
1º ENCONTRO: PUC/RIO, dia 14.04.2011, às 19hs, no auditório B-6 (Ala Frings) 
·         Gestão participativa nas políticas públicas como direito fundamental

·         Defensoria Pública e ouvidoria externa

·         Acesso à justiça e Megaeventos no Rio de Janeiro

·         Defesa do direito à moradia e as novas organizações comunitárias do Rio de Janeiro

Composição da mesa:
- Adriano Pilatti (Prof. Direito Constitucional - PUC-RJ)
- Francisco Guimarães (Diretor da Faculdade de Direito/ PUC-RJ)
- Emília Souza (Presidente da Associação de Moradores e Amigos do Horto – AMAHOR)
- Maria Lucia de Pontes (Defensora Pública – RJ)
- Alessandro Molon (Deputado Federal e Professor/PUC-RJ)
- Pedro Mendes (Rede Universidade Nômade – Pesquisador/UFRJ)
  Organização: PUC-RJ  e Rede Universidade Nômade
Dias 16 e 17 de abril, sábado e domingo, no Rio de Janeiro, os meios de comunicação serão a pauta do encontro "O poder da comunicação: a mídia contra o povo". A proposta é estimular o debate sobre crítica à mídia e analisar impactos e formas de manipulação no jornalismo, na arte e na publicidade. 
Inscrições pelo email: midiacontraopovo@gmail.com
 
Dia 16, sábado:

9h – 12h - Informação, manipulação e resistência: Paula Máiran, Lívia Duarte, Rodrigo Gueron

13h30 - 16h30 – Manipulação na arte e na publicidade: Eldemar de Souza e Claudia de Abreu

Dia 17, domingo:

9h – 12h – Casos de discriminação: negros e mulheres na mídia: Gas-PA e Denise Viola

13h30 – Roda de avaliação sobre o que foi debatido no encontro
 
Local: Sindipetro - Av Passos, 34 - Centro 
 
Organização: Sindipetro, Lutarmada e O Cidadão
 

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Bastidores do Miami Horror

O pessoal do QueremosTV fez um vídeo com os bastidores da apresentação do Miami Horror, que rolou no dia 07 de abril de 2011, no Circo Voador. Confira:

quinta-feira, 7 de abril de 2011

campanha pelo tratamento psiquiátrico público


O governador sugere que a única prevenção para o tipo de tragédia que aconteceu hoje é tirar as armas das ruas, sem dúvida, ajudaria. Mas e tratamento público psiquiátrico de qualidade? As pessoas costumam procurar médico por qualquer dor de dente, e achar depressão uma frescura, uma doença muito mais letal, e cada vez mais frequente nos dias de hoje, se o governo fizesse uma campanha pelo tratamento psiquiátrico como faz com a dengue e HIV, já seria um grande começo.

X-Men no clima do Saul Bass

O que aconteceria se Saul Bass (1920-1996) fizesse a abertura do filme X-Men: First Class? Mesclando imagens dos atores que vão estar na película com cenas reais dos anos sessenta, e usando uma versão cool do tema do desenho animado dos X-men da década de 90, um cara chamado Joe D fez uma divertida abertura para o filme. Mas é apenas uma homenagem. Claro que pela quantidade de gente que colocou o vídeo nos seus blogs, a Fox deve ter adorado essa publicidade gratuita em torno do seu filme. Assista abaixo:


Saul Bass, o homenageado, fez grandes aberturas e cartazes para o cinema, trabalhando com diretores com Alfred Hitchcock, Stanley Kubrick e Martin Scorcese. Fez a abertura de filmes como Anatomia de um Crime, O Homem do Braço de Ouro , Psico e Intriga Internacional. Abaixo o cartaz de Vertigo.


E abaixo a clássica abertura feita por Saul Bass para O Homem do Braço de Ouro, do diretor Otto Preminger:

ACERVO: Lee Perry no Circo Voador

Dia 14 de abril, quinta, está marcada uma aula musical com SKATALITES + MARCELINHO DA LUA + PEIXOTO & MAXADO no Circo Voador. Mas em 2007 tivemos um outro professor em nosso palco. Aliás, esse era um cientista! Com vocês, Lee Perry:



Vale lembrar que a noite em destaque, foi uma edição do Abril Pro Rock no Circo e teve apresentação também do Digital Dubs!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

terça-feira, 5 de abril de 2011

Registro delirante no Circo

A Deckdisc soltou um teaser do DVD gravado ano passado no Circo. O lançamento nas lojas do cd, DVD e vinil está programado, não ocasionalmente, para sexta-feira, 13 de maio. No pouco que se vê, imagens de um Circo cheio delirando com a cantora.

Convite pessoal do Miami Horror e The National

O pessoal do Queremos foram até os caras das bandas Miami Horror e The National e gravaram um convite feito especialmente para o público que vai assistí-los no Rio de Janeiro!

Confiram. Primeiro, Ben Plant, líder do Miami Horror, convidando para o show de quinta no Circo Voador:


E aqui, Scott Devendorf, baixista do The National, agradece ao público por ajudar a realizar o show de sexta no Circo Voador:


Nos vemos lá!

Teaser I LOVE POP com CUT COPY :: 09/06/11 :: Circo Voador



Não ouse perder!